fbpx
Marketing antes da morte: Como não cair em um erro tão comum

Reflexão

Marketing antes da morte: Como não cair em um erro tão comum

@felipe.marketing
Escrito por @felipe.marketing
Junte-se a mais de 22.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

“Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda”.

A citação acima é do maior nome da indústria automobilística de todos os tempos,  Henry Ford.

E vai por mim… ele está certo!

Não foram poucas as vezes que fui procurado por empreendedores, a beira da falência, desesperados para alavancar as vendas através do marketing, para evitar o fim de seus empreendimentos.

“Felipe, se a nossa empresa não triplicar o faturamento nos próximos dois meses, iremos fechar as portas”.

Este tipo de situação retrata a realidade de muitos empreendedores no Brasil. E sabe o por quê?

Porque eles deixam para investir em marketing só na hora do sufoco, antes da morte.

Dá pra resolver crises com marketing? Sim, mas não conte com milagres!

Eu sempre cito a Coca-Cola como exemplo. Ela é a MAIOR empresa do segmento no mundo e, ainda assim, não deixa de investir todos os meses em publicidade.

Recomendo sempre aos meus clientes que separem um valor fixo (mensal) para investir em marketing contínuo,  assim como você paga uma conta de energia elétrica.

Aqui vale o velho ditado: É muito melhor prevenir do que remediar. 

Me diga,

o que você achou deste conteúdo? Deixe o seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *